Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Redes de Cooperação

O programa está em operação há mais de 15 anos e tem como objetivo fomentar a cooperação entre empresas, gerar um ambiente estimulador ao empreendedorismo e disponibilizar suporte técnico necessário à formação, consolidação e desenvolvimento das redes.

É uma forma mais moderna de organização de pequenas e médias empresas, que permite reunir empreendedores em uma entidade única no ambiente do seu negócio. Dessa forma, possibilita uma atuação conjunta para a superação das fragilidades inerentes às empresas. Ao mesmo tempo, fica mantida a individualidade e autonomia decisória de cada empresa.

Para o funcionamento das Redes de Cooperação, a SDECT, em conjunto com universidades, disponibiliza uma metodologia específica que conta com consultores especialmente capacitados para a formação, evolução e consolidação da rede. Todo o processo é acompanhado e são oferecidas ferramentas de apoio, como plano de operação, expansão e negociação.

Entre os benefícios das redes estão o acúmulo de capital social, estratégias de Marketing compartilhado e contratação de agências, maior escala e poder de mercado, aumento da produtividade e redução de custos, geração de soluções coletivas e aprendizagem, inovação em rede e permanente troca de informações e experiências.

O Programa Redes de Cooperação tem se mantido por muitos anos, com resultados importantes para a economia gaúcha.

Mais de 280 Redes de Cooperação foram constituídas no Rio Grande do Sul, envolvendo cerca de 8 mil empresas e tornando a iniciativa uma referência nacional em cooperação empresarial.

Levantamentos feitos pelo Departamento de Apoio à Microempresa e Empresa de Pequeno Porte indicam aumento médio no faturamento das empresas (26,51%) participantes, aumento médio no número de funcionários (36,73%), aumento médio nos investimentos das empresa (30,95%) e redução média dos custos (13,38%).

Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia