Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Ligação das redes de água entre Bagé e município uruguaio de Rivera deve ser concluída até o final do ano

Publicação:

A ligação das redes vai possibilitar água potável de Rivera para cerca de 50 famílias gaúchas
A ligação das redes vai possibilitar água potável de Rivera para cerca de 50 famílias gaúchas
A prefeitura de Bagé pretende concluir ainda em dezembro as obras de infraestrutura para ligar as redes de distribuição de água da cidade uruguaia de Rivera para a localidade de Serrilhada, no interior dos municípios gaúchos de Bagé e Dom Pedrito. O acordo foi fechado na sede da prefeitura de Bagé, durante reunião com representantes das duas prefeituras, da intendência de Rivera, do consulado do Uruguai, do Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores e do secretário executivo do Núcleo Regional de Integração da Faixa de Fronteira do Estado do Rio Grande do Sul, representante da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - SDECT, José de Oliveira.
A ligação das redes vai possibilitar o fornecimento de água potável proveniente de Rivera para cerca de 50 famílias gaúchas que vivem na região de Serrilhada, no interior dos municípios de Bagé e Dom Pedrito.  As negociações para concretizar o projeto binacional de saneamento básico iniciaram em 2014 e tiveram participação intensa do Núcleo de Fronteira RS, que articulou autoridades do Ministério da Integração e do Itamaraty para agilizar o processo no lado brasileiro. Conforme José de Oliveira, desde o início das negociações o Estado não vem medindo esforços, via SDECT, para viabilizar o acordo. “Não é possível pensar em desenvolvimento sem o acesso a água potável, um bem básico para a saúde da população”, afirma ele. 
Como desdobramento das tratativas, em abril de 2017 foi assinada uma carta de intenções entre as prefeituras de Bagé, Dom Pedrito e Rivera. Em outubro deste ano, o governo brasileiro recebeu cópia do decreto do presidente do Uruguai, Tabaré Vásquez, autorizando o fornecimento de água para os municípios gaúchos. O Senado do Uruguai também aprovou uma emenda à constituição do país que possibilita a cedência do recurso natural. Além do acordo bilateral, o Núcleo de Fronteira também concluiu o Plano de Trabalho para o convênio entre a Secretaria de Obras do Estado e a prefeitura de Bagé visando a construção de poços artesianos no município. 
O NÚCLEO - O Núcleo Regional de Integração da Faixa de Fronteira tem com a finalidade propor medidas e coordenar ações do governo na região, para promover o desenvolvimento econômico e social. Na fronteira estão 197 municípios gaúchos e mais de 3,1 milhões de habitantes, quase um terço da população do estado. São mais de 163 mil quilômetros quadrados de área, o que representa cerca de 62% do território do Rio Grande do Sul. Além da Sdect, também integram o Núcleo as secretarias do Planejamento, da Casa Civil e do Gabinete do Governador.
 
 
 
Área de anexos
AIbEiAIAAABDCOO5gfGUqOibbCILdmNhcmRfcGhv
ResponderEncaminhar
Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia