Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

História da Secretaria

1935 – É criada a Secretaria da Agricultura, Indústria e Comércio do Estado do Rio Grande do Sul.

1958 – A Secretaria da Agricultura, Indústria e Comércio torna-se Secretaria de Estado dos Negócios da Economia. Com atribuições regulamentadas no ano seguinte.

1969 – Uma nova determinação substitui o órgão pela Secretaria da Indústria e Comércio – SIC.

1987- Em 15 de março de 1987, o Decreto n° 32.517 institucionaliza a área de Ciência & Tecnologia na estrutura organizacional do Estado que passa a gerir a CIENTEC e a FAPERGS com a nomeação do primeiro secretário Extraordinário para Assuntos de Ciência e Tecnologia.

1990 - Em 13 de agosto de 1990, através da edição da Lei n° 9.129/90 foi formalmente criada a Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia – SCT.

1991 – A SIC é transformada em Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Social – SEDES. A mudança visava a expansão industrial, as atividades de exportação e importação no âmbito do comércio exterior e a prospecção de novos mercados, principalmente para empreendedores gaúchos.

1995 – É promovida a fusão entre a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Social – SEDES e a Secretaria Especial de Assuntos Internacionais – SEAI formando a Secretaria do Desenvolvimento e dos Assuntos Internacionais - SEDAI, voltada ao desenvolvimento econômico e aos assuntos internacionais. Neste mesmo ano, através do Decreto n° 35.922, de 12 de abril de 1995, estabeleceu a estrutura definitiva da Secretaria da Ciência e Tecnologia e a Lei n° 10.534 regulamentou o Artigo 235 da Constituição Estadual, instituindo o Sistema Estadual de Ciência e Tecnologia e dispondo sobre o Conselho Estadual da área, que passou a ter competência para definir a Política Estadual do setor.

2011 - Através da Lei n° 13.601/2011, de 1° de janeiro de 2011, foram criadas as secretarias de Desenvolvimento e Promoção do Investimento – SDPI e a Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa – SESAMPE, desmembradas da Secretaria de Desenvolvimento e Assuntos Internacionais - SEDAI. Com as atribuições focadas no desenvolvimento econômico e social do Rio Grande do Sul. A articulação de assuntos internacionais em nível econômico e empresarial ficou com a SDPI e as relações institucionais passaram a ser atribuições da Assessoria de Cooperação e Relações Internacionais, ligadas ao Gabinete do Governador.

2015 – É criada a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia – SDECT através da Lei nº 14.672, em 1º de janeiro de 2015. Sua origem remete à necessidade e a evolução de secretarias dedicadas ao desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul e no sentido de estimular a realização e divulgação de pesquisas científicas e tecnológicas. Em sua nova configuração a SDECT absorveu as atribuições e as funções das Secretarias de Desenvolvimento e Promoção do Investimento - SDPI, da Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa – SESAMPE e da Secretaria de Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico – SCIT.

Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia