Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Cerca de 1 mil confecções na Serra poderão utilizar máquina de corte coletiva em Caxias do Sul

Publicação:

Medida beneficia, principalmente, os pequenos negócios
Medida beneficia, principalmente, os pequenos negócios - Foto: Suelen Mapelli / Agência RBS

A partir desta semana, confecções da Serra contam com um novo equipamento para fazer o corte de tecidos. A Central Coletiva de CAD e Corte está na sede do Polo de Moda da Serra Gaúcha, localizado no bairro Cidade Nova, em Caxias do Sul.  Empresas que fazem os cortes dos tecidos manual poderão utilizar a máquina de maneira coletiva. A medida beneficia, principalmente, os pequenos negócios, que não têm dinheiro para adquirir esse maquinário.

O equipamento foi adquirido com recursos do  Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) por meio da secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado, ao custo de R$ 1,6 milhão. De acordo com o presidente do Polo de Moda, Sidimar Remussi, são cerca de 1 mil confecções da região que podem utilizar a máquina. Ele explica que com o equipamento, além de reduzir o tempo do processo, as perdas de materiais são quase zero.

— O confeccionista precisa trazer a matéria-prima e a grade de tamanhos que quer cortar — detalha.

Para utilizar o equipamento, os empresários deverão agendar o horário e pagar um aluguel pela utilização. O valor cobrado será apenas o preço de custo para arcar com os custos de manutenção do aparelho.

A Associação Polo de Moda da Serra Gaúcha é formada por 11 entidades que englobam 38 municípios da Serra.

Fonte: Pioneiro

Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia